Yoga, Caminho da Transcendência

June 27, 2016

 

 

Em estado de Yoga, a percepção é imediata, não gradual. As memórias permanecem para nos ajudar a viver no mundo cotidiano, mas não para criar distrações.

 

O alvo da disciplina é duplo: manter o corpo sob controle da vontade e redirecionar a energia que dele emana para alcançar um objetivo mais elevado.

 

Entretanto, a principal razão que leva as pessoas a desanimarem quando começam a praticar Yoga é a expectativa de resultados específicos. Entre os praticantes, muitos nem conseguem chegar ao seu objetivo por falta de disciplina, enquanto que outros chegam e desanimam porque não existe mais motivação para continuar.

 

Yoga não é competição. Não precisamos chegar a lugar algum. Você não vai ganhar nenhum prêmio se praticar por um, dois ou mais ano. Aqueles que buscam o Yoga para ter um ganho externo para a sua vida param em pouco tempo.

Algumas pessoas chegam em um nível e consciência onde o Yoga acaba por fazer parte de suas vidas. Elas se fundem com o Yoga e transcendem a prática. O Yoga se transfere também para o dia-a-dia, ou seja, para as outras 22 ou 23 horas do dia onde não se está praticando asanas ou pranayamas. Nesse estado, temos tudo que precisamos da Vida e vivemos a Vida mergulhados nas infinitas possibilidades do viver, com amor, dedicação e inteireza.

 

Parar é resistir, e resistir é medo de se entregar ao fluxo contínuo da Vida e viver a plena felicidade.

 

Autora: Elaine Lilli

 

 

 

 

 

Please reload

Siga

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube Social  Icon

Satya Yoga ​